Escrito em por , na categoria Cidades e Comunidades Sustentáveis, Consumo e Produção Sustentáveis.

A economia circular busca romper o laço entre atividade econômica do consumo e recursos finitos, eliminar os resíduos gerados, além de ser apoiada por uma transição para fontes de energia renovável. Se baseia em: eliminar resíduos e poluição desde o princípio; manter produtos e materiais em uso; e regenerar sistemas naturais. Dessa forma, a mudança para uma economia circular gera oportunidade econômicas e de negócios e proporciona benefícios ambientais e sociais.

A Fundação Ellen MacArthur

Fundada em 2010, possui a missão de acelerar a transição rumo a uma economia circular. Trabalha com empresas globais, organizações filantrópicas e governos através de uma abordagem interdisciplinar. Está presente em 25 países espalhados pela América Latina, América do Norte, Ásia e Europa.

Afim de reforçar a importância e o objetivo por trás de uma transição para a economia circular, a fundação desenvolve pesquisas em áreas temáticas chaves. Portanto, trabalha, juntamente com seus parceiros, para combater as mudanças climáticas, criar cidade saudáveis, reconstruir a biodiversidade e criar novas oportunidades de negócio. Oferece soluções para um sistema alimentar saudável e regenerativo, impulsiona uma economia têxtil sustentável e busca mudar o fluxo dos plásticos.

A cidade de São Paulo

São Paulo é a primeira cidade a firmar uma parceria estratégica com a Fundação. Com o objetivo de dar escala a soluções de economia circular na cidade, pretende enfrentar um desenvolvimento econômico e as mudanças climáticas. O acordo reunirá diversas agências e autoridade municipais para a construção de uma abordagem eficiente para o cumprimentos dos objetivos, entre elas: Agencia Municipal de Limpeza Urbana (AMLURB), Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente (SVMA), Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo (SMDET) e outras.

No entanto, não é a primeira vez que a cidade e a fundação colaboram uma com a outra. A cidade esteve entre uma das primeiras a assinarem o Compromisso Global por um Nova Economia do Plástico e também aprovou uma lei municipal para a eliminação gradual de plásticos problemáticos e de uso único. Ademais, a fundação contribui para os esforços de localização dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) na cidade.

Para o CEO da fundação, Andrew Morlet, a atitude paulistana poderá “inspirar outras cidades na região e no mundo a elevarem seu nível de ambição”. Vale lembrar que São Paulo é a maior cidade da América Latina, e ao demonstrar esse alto nível de comprometimento pode trazer grandes mudanças para o meio ambiente.

Conteúdo original ellenmacarthurfoundation.org. Para mais informações, dúvidas ou sugestões entre em contato conosco.