Escrito em por , na categoria Cidades e Comunidades Sustentáveis, Consumo e Produção Sustentáveis, Indústria, Inovação e Infraestrutura.

Em termos gerais, sustentabilidade é a capacidade de criar meios para suprir as necessidades básicas do presente sem que isso afete as gerações futuras, possuindo objetivos em escala global, como o apelo à ação para acabar com a pobreza, proteger o meio ambiente e o clima e garantir a paz e prosperidade as pessoas em todos os cantos do planeta. O termo surgiu em 1992, quando a Organização das Nações Unidas (ONU) colocou oficialmente a sustentabilidade na agenda global.

Apesar do conceito ser abordado há trinta anos, não faz muito tempo que conquistou grande popularidade. Houve certa animação com sua valorização quando o Painel de Cientistas do Clima das Nações Unidas anunciou o avanço das mudanças climáticas em 2007. Entretanto, nem a ciência foi capaz de convencer as empresas a reduzirem suas emissões e produzirem com menos impacto para pessoas e meio ambiente. Nem mesmo a grave crise econômica de 2008 abriu espaço para uma revisão no modo convencional de pensar e fazer negócios.

Porém, há hoje mais fatores de pressão e uma maior tendência para mudança na forma de pensar e fazer negócios. Segundo Ricardo Voltolini, especialista de sustentabilidade empresarial e de liderança com valores, a sustentabilidade só será um processo transformador se ocorrer, ao mesmo tempo, na gestão, estratégia, cultura e na marca das empresas.

Para a empresa

Na visão da biO3, a sustentabilidade está diretamente relacionada a utilização dos recursos de forma inteligente para que se mantenham disponíveis para as próximas gerações. O conceito se alinha com o comprometimento da empresa, que é com a integração equilibrada entre homem e a natureza, utilizando as melhores práticas e casos de sucesso. Além do grande desafio de adotar uma agenda de sustentabilidade, é também necessário que a organização tenha um maior conhecimento das suas operações e seus impactos, de ter a possibilidade de criar oportunidades e aumentar a sua competitividade, e algo bastante importante, ser transparente perante a sociedade.

Portanto, hoje em dia é visível a influência da sustentabilidade na gestão de negócios, em que um negócio sustentável faz parte de um grande sistema, onde é necessário gerar valor compartilhado entre os diversos atores da sociedade, criar e manter parcerias e cooperações que sejam capazes de aumentar a rede de influência e impacto positivo, buscando sempre o maior crescimento com o menor impacto possível as estruturas socioambientais. O assunto deve ser tratado com grande competência nas demais áreas de gestão da empresa, com análises de risco, de ações e investimentos, adequação ao contexto da sustentabilidade, capacitação de colaboradores, entre outros.

Esse é um conteúdo original BiO3. Para saber mais sobre sustentabilidade e gestão de negócios sustentáveis, temas relacionados, dúvidas ou sugestões, entre em contato conosco.